Envie seu whats:
(54) 99673-0977


VARIEDADES

Moedas jogadas em fonte de supermercado são revertidas em doações para entidades em CanoasMoedas jogadas em fonte de supermercado são revertidas em doações para entidades em Canoas

Publicado em 09/08/2019, Por GaúchaZH

O que era para fazer parte do projeto arquitetônico de um conjunto de lojas, no bairro Igara, em Canoas, se revelou um ponto de esperança para muitas pessoas da cidade. Desde o ano passado, moedas começaram a ser depositadas na fonte localizada no Asun Center Igara, bem em frente à entrada do supermercado, por consumidores que aproveitavam as compras para fazer pedidos. Tudo começou com a ação inesperada da pequena Elisa, hoje com cinco anos.

Elisa e o pai Rogério da Rosa, 36 anos, estavam visitando o Centro com objetivo de alugar uma peça para instalação da loja de colchões da qual ele é proprietário. A família tinha visitado há pouco tempo a cidade de Gramado, onde Elisa havia conhecido a Fonte do Amor Eterno, e depositado uma moedinha. Ao ver a fonte próxima da futura loja do pai, logo pediu uma.

— Eu tinha duas e entreguei para ela. A minha ideia era deixar ela jogar e depois tirar da água, pois não sabia se era permitido fazer aquilo. Mas assim que ela jogou, outras crianças viram e começaram a jogar também — recorda.

Assim como manda a superstição, a pessoa precisa fechar os olhos, fazer o pedido e de costas jogar a moeda. Foi exatamente o que Elisa fez naquele dia. O pedido?

— Se eu contar, ele não se realiza de verdade — advertiu.

O que se sabe é que o gesto de Elisa impulsionou uma sequência de novas e boas atitudes.

 

Destinação dos recursos

Ao ver no que a fonte havia se transformado, o gerente do supermercado, Adão Luiz Oliveira de Souza, 55 anos, decidiu dar um novo passo.

— Começamos a ver a movimentação, e a empresa então resolveu dar um fim solidário às moedas — disse.

Um funcionário do mercado, que já fazia a manutenção da fonte, passou a recolher as moedas a cada 30, 40 dias. Desde então, cerca de 10 doações foram realizadas a pessoas, asilos e creches. A cada limpeza, em média, R$ 500 são coletados. A maior arrecadação foi de R$ 770. Uma das contempladas foi a família da bebê Isabeli. Isa nasceu prematura de 34 semanas e, desde então, não consegue se desenvolver normalmente. Os pais estão juntando dinheiro para realizar exames que ajudem a identificar a síndrome. Isa tem um ano e sete meses e o tamanho de um bebê de um mês.

— Ela já realizou mais de cem exames, todos que existiam disponíveis pelo SUS, e nenhum conseguiu mostrar o que ela tem. A Isa precisa de fisioterapia, fonoaudiologia e não estávamos conseguindo pelo SUS. Não sabíamos da fonte até receber a primeira doação e foi muito importante para nós, pois estamos dependendo de ajuda e das nossas economias para sobreviver — explicou Franciele da Rosa, 30 anos.

A família mantém uma vaquinha online e as páginas no Facebook e Instagram "Todos pela Isa", onde relata a rotina da menina e faz contato para as doações.

 

Comunidade envolvida

Na fonte, os organizadores colocaram uma urna para que a comunidade pudesse indicar instituições e entidades com necessidade de receber as doações. No local, também é realizada uma espécie de prestação de contas aos doadores. Quando a reportagem esteve por lá, um cartaz dizia qual havia sido o último valor arrecadado e para onde o valor tinha sido destinado. No mês de junho, pela segunda vez, foi a família de Isa que recebeu a doação.

Cada vez que a fonte é limpa, as moedas são contadas e guardadas no cofre do mercado até que recebam um novo destino.

— Algumas pessoas deixaram de jogar porque viam que as moedas estavam sendo retiradas, mas é importante mostrar que elas estão sendo tiradas para irem para entidades — explica Rogério.

Segundo o gerente do supermercado, cerca de duas mil pessoas passam pelo conjunto de lojas diariamente.

 

 

(FOTO: OMAR FREITAS / AGENCIA RBS)




Compartilhar:


Podcasts

Ver + RETROSPECTIVA 2019 Bombeiros Voluntários de Sananduva
Programa Pílulas de Felicidade Programa dia 04 de Dezembro
RETROSPECTIVA 2019 CTG Doze Braças